Mulheres entram em campo contra a violência.

Os dados que apontam o aumento excessivo de casos de feminicídios ocorridos no Estado de Santa Catarina neste ano de 2019, levou a união dos poderes, entidades, órgãos e a sociedade civil a uma mobilização no combate a violência às mulheres.

Neste domingo, dia 25, durante o jogo do Avaí contra o Corinthians no estádio da Ressacada, um grupo de mulheres representando diversas entidades receberam o apoio dos jogadores, diretoria e do presidente do time, Francisco José Battistotti, que concedeu ao grupo de mulheres, uma participação no intervalo do jogo.

Ação da Mulheres no Estádio da Ressacada

Exibindo faixas, balões e cartazes com logomarcas das entidades idealizadoras, o grupo de mulheres entrou em campo com a finalidade de fazer um “gol” em prol da defesa das mulheres que sofrem violência doméstica, a faixa com a mensagem: “Quem ama respeita. Vamos virar este jogo!” expressava o sentimento de quem tem urgência pelo fim da violência.

Mesmo quem não pode participar da manifestação, reconhece a sua importância e usou o grupo de whatsApp  para manifestação de apoio e solidariedade. “Parabéns às meninas que demonstraram união em prol de uma nobre luta” – disse Arlene participante do Fórum Suprapartidário de Mulheres de Santa Catarina.

“Parabéns mulheres maravilhosas, juntas vamos vencer esta batalha.” – Beth Tiscoski,  presidente do PP Mulher de SC.

Margarete Hernandes, Presidente da Comissão de Direito Homoafetivo e Gênero da Seccional da OAB/SC , parabenizou a equipe organizadora. “Parabéns para as promotoras do evento no estádio da Ressacada. Fantástico! Belíssima ideia!”

Como parte da programação, a Tenente e Escritora Edenice Fraga declamou um dos seus poemas intitulado: “Ninguém Mata por Amor”.“Enquanto escritora, não poderia deixar de escrever sobre este tema, o poema foi feito para fortalecer a luta feminina por respeito, dignidade e a vida das mulheres. momento de muita emoção”, – comentou.

Ninguém Mata Por Amor

Oh! Homem, ex-namorado, ex-marido,

Sou a tua “EX”, aceita o não que te digo.

Não és mais querido, nem eu querida…

Entendas e não grites em vão comigo,

Não me tortures me impondo castigo,

Não sejas covarde ao tirar-me a vida!

 

Oh! Homem, não sejas um vil assassino,

Foste gerado em um ventre feminino,

Lembra-te sempre da tua mãe também.

Não deixes a covardia tornar-te um algoz,

Não deixes o teu ódio calar a fêmea voz

Da mulher que um dia te quis tão bem!

Oh! Homem, não sou tua propriedade,

E, quem ama uma mulher de verdade,

Jamais a faz derramar lágrimas de dor. 

Jamais bate em mãe de filho ou filha,

Jamais, jamais a uma mulher humilha

Jamais, jamais agride ou mata por amor!

 Edenice Fraga

A ação teve como objetivo, manifestar o repúdio e a conscientizar das pessoas, na importância da luta contra este tipo de violência que tem destruído vidas e famílias inteiras.

Elogios e declarações de quem participou, demonstra o valor que teve a ação: É indescritível a emoção desta ação.” – Rose Macedo que levou o cartaz, representando o Fórum de Mulheres. “Momento para guardar no coração”. – Eliane Butin, “A ação me emocionou demais. Muito orgulho em ter feito parte.” – Adriana Netto

 

O agradecimento final, foi ao Presidente do Avaí, Francisco Battistotti e toda diretoria por ter proporcionado este momento ímpar na contribuição de uma luta travada para combater a violência contra mulheres.

 

 

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *