Procuradoria da Mulher é tema de oficina realizada no Congresso de Liderança Feminina em SC.

O Congresso de Liderança Política Feminina realizado nos dias 3 e 4 de outubro no Auditório Antonieta de Barro da ALESC – Assembleia Legislativa de Santa Catarina, teve a organização da Escola Judiciária Eleitoral de Santa Catarina e da Escola do Legislativo Deputado Lício Mauro da Silveira.

O evento foi uma parceria da ALESC – Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina com o TRE\SC – Tribunal Regional Eleitoral e recebeu nomes importantes para o debate sobre as conquistas de espaço pelas mulheres na política e na sociedade. Cerca de 800 inscrições foram realizadas para participação de mulheres, o Fórum Suprapartidário de Mulheres de Santa Catarina esteve presente em grande número, de suas integrantes.

 

Em foco,  assuntos com temas relevantes foram colocados em debate visando estimular a participação feminina na política. Além dos debates e dos painéis, foram realizadas também várias oficinas. Procuradoria da Mulher foi uma das oficinas realizadas no Plenarinho da ALESC e teve como ministrantes as vereadoras: Neli Ferreira de Canelinha, Cristina de Sousa de São José, Maria Juraci de Penha, Maria Tereza Capra de São Miguel do Oeste que ressaltaram a importância das procuradorias criadas em seus municípios.

 

 

Dra Ana Cristina Ferro Blasi, Advogada, ex-Juíza do TER\SC e autora do projeto Mulheres da Política, foi mediadora na Oficina sobre Procuradorias da Mulher, com sua vasta experiência no desenvolvimento de projetos voltados para o empoderamento de mulheres Ana Blasi conduziu com competência e clareza a discussão em pauta.

Ana Cristina Blasi

 

As Procuradorias são órgãos criados nos municípios a partir de resolução aprovadas pelas Câmaras Municipais, com a principal atribuição de zelar e defender os direitos da mulher. São espaços para fortalecer mulheres em situação de vulnerabilidade, acolher denúncias e relatos de mulheres que sofrem algum tipo de violência física ou psicológica, buscando as vias de mecanismos legais.

 

Fotos: Sande Moraes, Grupo Fórum, Agência ALESC

 

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *