16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres, tem ação realizada pelo Fórum Suprapartidário.

16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres é um movimento criado em 1991 por um grupo de feministas de diversos países, reunidas pelo Centro de Liderança Global de Mulheres nos Estados Unidos., a iniciativa ganhou forças e atualmente acontece  151 países incluindo o Brasil, a campanha acontece no mês de novembro e sempre com início no dia 25, considerado o Dia Internacional da Não-Violência Contra a Mulher.

O Fórum Suprapartidário de Mulheres de Santa Catarina, faz parte do movimento em Santa Catarina e participa ativamente com uma programação voltada para a consciência e educação de jovens estudantes, agregando conhecimento e motivação para o combate à violência doméstica e a desigualdade.

A ação realizada pelo Fórum teve início no dia 25 de novembro na escola CEM São Luiz em São José, com a participação da Doutora, Professora Elizete Lanzoni Alves, da Advogada Ana Candelmo, da Vereadora Cristina de Souza e da Arte Educadora e Escritora Giselle Marques, a programação acontece também nas escolas, Albertina Madalena Dias em Florianópolis, José Brasilicio em Biguaçu, Escola Jovem do Sul da Ilha – ao lado TIRIO.

A programação inclui palestras, rodas de conversas realizadas nas escolas  públicas por mulheres de diferentes áreas profissionais (educadoras, advogadas, professoras), que integram o Fórum Suprapartidário e a exibição do Curta Metragem : “O Baile”, um filme dirigido por Cíntia Domit Bittar  que conta a história de uma menina negra que mora na periferia de Florianópolis

Giselle Marques – Arte Educadora e Escritora.
(Mediadora nas Rodas de Conversas)

“Temos como objetivo discutir direitos humanos a partir da perspectiva de gênero, bem como trazer intersecções com as relações étnico raciais e  classe.”

ressaltou Giselle Marques que atua como mediadora,  fazendo conexões com o filme e público alvo nas rodas de conversas realizadas nas escolas.

Apoiar, incentivar e participar de movimentos e campanhas em prol das mulheres catarinenses, é a missão do Fórum Suprapartidário que segue na luta em ao combate à violência contras às mulheres. – “Acreditamos que o trabalho de conscientização do combate à violência contra as mulheres deve ter início com os jovens, e levar essas palestras às escolas foi a melhor forma que encontramos para alcançarmos diretamente os adolescentes.” – relatou Marianne Cristina Tillmann, Presidente do Fórum Suprapartidário de Mulheres de Santa Catarina. Movimento 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra a Mulher, deve terminar no dia 10 de dezembro.

1 Comment

  1. Iniciativas e engajamento, em levar a população um outro olhar de combate à violência da mulher, tendo como foco a educação é de extrema importância. Isso precisa ser impactado na sociedade para que se torne realidade o combate desses eventos cruéis e lastimavelmente hediondo. Precisa ser extirpado do seio da sociedade. Não podemos encarar o feminicídio com naturalidade.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *