Tudo que o Eleitor quer do Candidato nas Redes Sociais

O que as pessoas esperam dos candidatos nas redes sociais.

O candidato precisa entender que as pessoas estão em busca de se relacionar e isso é um fator normal, seguindo a regra básica das redes sociais, então, a resposta é simples: o eleitor quer relacionamento.

Para gerar esse relacionamento entre candidato e eleitor é preciso se libertar do conceito de que a campanha se baseia naquilo que o candidato quer falar. O que o candidato vai falar é importante, o eleitor precisa e quer conhecer o candidato, mas o eleitor internauta, quer também ter a oportunidade de se expressar e obter respostas.

Ele quer conteúdo, informação, troca, como em qualquer outra relação que ele gera na internet. Por isso, não adianta o candidato ir para a rede apenas por ir, sem saber o que e como fazer.

O planejamento é essencial! Além disso, é necessário entender que as redes sociais podem ser uma aliada, mas não a salvação da campanha. Se não houver boas propostas, um plano de governo realizável, que atenda às necessidades da população; se não houver o interesse em ouvir essa população, a ida para as redes sociais poderá ser um fracasso.

O planejamento é essencial!

Nem sempre entender o processo de um marketing digital pode parecer simples para os políticos, não é fácil controlar o que vão falar deles, e as vezes isso acaba gerando o medo de ir para a internet o que não pode existir, pois com o medo não há razão para estar presente nas redes. Não ocupar esse espaço, não significa que o candidato não será citado e nem tão pouco deixará de ser criticado caso haja motivos para isso.

Se o candidato montar seu planejamento, desenvolver um trabalho sério na internet, as respostas de forma positiva vão acontecer mais rápidas e a credibilidade conquistada permitirá que seja ouvido.

Um detalhe muito importante: se estamos falando de  relacionamento, é bom que entenda a necessidade de começar cedo, quanto antes.

“Um bom relacionamento se faz na base da confiança, e não se conquista confiança às vésperas da eleição. “

Um bom relacionamento se faz na base da confiança, e não se conquista confiança às vésperas da eleição. É algo natural, que acontece com o tempo. E o tempo não pode ser definido por uma estratégia de campanha apenas, como dois, três meses antes da eleição. Esse tempo é definido naturalmente, pela forma como você se relaciona. Por isso, não há regra, apenas a certeza de que às vésperas da eleição você não vai conseguir se relacionar, pois ficará claro que sua intenção é apenas tentar o voto, a qualquer custo.

Fotos ilustrativas do site:  https://br.freepik.com/ 

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *